Juventude visita Instituto Paulo Freire para conhecer acervo premiado

Estudantes do Ensino Médio puderam refletir sobre vida e obra do Patrono da Educação Brasileira.

o

Ciridião4 

 

     22 estudantes do Ensino Médio, de 14 a 16 anos, da Escola Estadual Professor Manuel Ciridião Buarque, localizada no bairro da Lapa, Zona Oeste da capital paulista, estiveram, nesta quarta-feira (21/03), no Instituto Paulo Freire para conhecer mais sobre a vida e obra do Patrono da Educação Brasileira, a biblioteca e o acervo Paulo Freire.

 

     As(os) estudantes estão participando do Projeto Interação com a Biblioteca Profissional, idealizado pelo professor de Biologia Otávio Gonzaga Bellegarde Nunes, que atualmente é o responsável pela biblioteca da Escola.

 

     A diretora do Instituto Paulo Freire, Francisca Pini, recebeu os estudantes no Centro de Referência Paulo Freire (CRPF), que é responsável pela custódia, preservação e divulgação da obra e do legado de Paulo Freire. Pini elogiou a iniciativa do professor Otávio afirmando que “pessoas como este professor fazem a diferença nos espaços educativos e contribui para ampliação de conhecimentos e socialização da riqueza cultural construída coletivamente.

 

     Os(as) jovens afirmaram que nem sabiam que o Instituto Paulo Freire ficava ao lado da Escola. “Se não fosse pelo professor Otávio não teríamos conhecido esse acervo internacional”.

 

     Já são três reconhecimentos público de valor do acervo Paulo Freire recebidos pelo Instituto Paulo Freire/Centro de Referência Paulo Freire, que diz respeito a vida e obra do Patrono da Educação Brasileira.Em 2011, foi considerado de interesse público e social por parte do Conselho Nacional de Arquivos (Conarq).

 

     Em 2015, recebeu o Registro Regional da América Latina e Caribe sob o Programa Memória do Mundo. E em 2017, recebeu o Registro Internacional da Memória do Mundo.

 

Ciridião3

 

Ciridião2

 

Ciridião5